I pretend I’m not hurt and go about the world, like I’m having fun
i dont care
Quase ninguém sabe das vezes que silenciei quando minha vontade era gritar, rasgar o verbo, machucar. Ninguém percebe, mas de vez em quando eu relevo uns comentários, finjo que não vi, que não ouvi. Tento agradar, mas a maioria só vê a parte ruim. Quero mostrar a parte bela, mas só querem apontar minhas cicatrizes, abrindo-as mais, mais e mais. Não vivo nessa de querer agradar a todos, só tenho um medo absurdo de ferir alguém. Eu sei como dói.
-A menina e o violão.    (via delator)

(Fonte: a-menina-e-o-violao, via delator)

9.314 notas // posted Há 2 dias // reblog